voltar
Home
 Atitude Animal
Guerra Limpa aos insetos
Esses insetos que se multiplicam nas nossas casas, especialmente no verão, são inofensivos. Mas os venenos para combatê-los, não. Antes de passar para a artilharia pesada, tente espantar os hóspedes indesejados com soluções naturais, que não ameaçam a saúde das crianças ou dos animais domésticos. O entomologista Carlos Alberto Brandão lembra que alguns insetos até ajudam a manter outros longe. As formiguinhas, comuns em apartamentos, ajudam controlar as baratas, porque comem seus ovos.
 
Pernilongos

O cheiro da casca da laranja, do cravo, do limão, do manjericão e da citronela espanta os pernilongos. Para fazer um repelente, misture 100 gramas de folhas de manjericão, 100 gramas de citronela e um litro de álcool no liquidificador. Bata tudo, coe e coloque em um recipiente vedado. Uma vez por dia, pulverize o ambiente.
No lugar daqueles refis em pastilha dos aparelhos elétricos contra insetos, experimente usar um pedaço de casca da laranja ou de limão-siciliano.
Para fazer um repelente corporal, mergulhe um pacote de cravos no álcool por 30 dias. Depois, coe a mistura e junte 50 ml de óleo de amêndoas. Pode passar na pele, que é bom. Outra opção é misturar 200 ml de óleo mineral com 30 ml de óleo de andiroba e 30 ml de óleo de citronela -à venda em lojas de produtos naturais
 
Traças
 
Para exterminar traças e seus ovos de livros e pequenos objetos coloque-os dentro do freezer, em sacos plásticos vedados, por dois dias.
Sachês com folhas secas de lavanda, pimenta caiena, casca de cedro ou sálvia também espantam traças.
Passar óleo de lavanda nas superfícies onde ficam os livros também ajuda a manter as bichas longe dos armários
 
Carunchos
 
Os carunchos conseguem entrar em caixas de cereais e pacotes. Uma forma de evitar que isso aconteça é armazenar os alimentos que são alvo desse bichinho ( arroz, trigo e feijão) com algumas folhas secas de louro. Uma medida preventiva é colocar os pacotes recém-comprados dentro do congelador por dois dias. Isso vai matar ovos que possam já estar dentro da embalagem
 
Formigas
 
Cheiro de cravo, limão-siciliano e louro tem bons resultados para espantar formigas. Outro aroma do qual elas não gostam é o do vinagre branco. Misture o vinagre em partes iguais com água e pulverize no caminho das formigas. Para evitar ataques à comida dos animais de estimação, ponha a tigela em uma bandeja com água. Para que elas não subam até as folhas da sua árvore, envolva o tronco com fita adesiva dupla face até a altura de 7 cm
 
Baratas
 
Armadilha atóxica: besunte vaselina sólida nas paredes internas de um vidro. Dentro, coloque dois dedos de cerveja, pedaços de frutas e gotas de extrato de amêndoa. As baratas vão ficar presas no vidro. Depois, jogue água fervendo e despeje na privada. Outras opções: misture açúcar e bicarbonato de sódio (que mata os bichos) e espalhe em vasilhas pela casa; ou pingue óleo essencial de alecrim e eucalipto em algodão e distribua nos cômodos
 
Fonte: resumo de artigo publicado na Caderno Equilibrio da Folha de São Paulo em 15/02/2011
 
As Propriedades da Citronela

Citronela
Nome científico: Cymbopogon nardus (L.) Rendle
Família: POACEAE (GRAMINEAE)
Originária da Ásia é eficiente contra os insectos
Planta herbácea, perene, que atinge cerca de 1,5m de altura. As folhas são verdes, longas e simples.
 
Características
 
Esta planta, é uma das plantas aromáticas oriunda da ilha de Java, na Indonésia. A partir desta planta consegue-se obter produtos com eficiência comprovada como repelente de insetos, nomeadamente moscas, mosquitos e outros insectos voadores.
 
O óleo essencial extraído da citronela é um produto natural, não tóxico, vendido como essência, que se pode dissolver em água e aplicar no animal com um vaporizador. Encontra-se mais facilmente no mercado sob a forma de velas decorativas/aromatizantes para uso interior e exterior.
 
A planta exala um odor muito agradável e por isso é usada também na indústria de perfumaria. No entanto, esse odor é extremamente desagradável para os insectos, funcionando assim como um excelente repelente, sem provocar qualquer tipo de toxicidade nos humanos e animais de companhia.
 
Uma forma de repelir os insetos com uma relativa eficiência e evitar que entrem dentro de casa, é semear a planta no próprio jardim numa extensão razoável, de preferência em forma de sebe a circundar a casa, já que o seu efeito visual é perfeitamente suportável e o odor muito agradável.
 
Embora seja originária e se dê em regiões de clima tropical, como por exemplo o Brasil, o cultivo de plantas como a citronela deve ser feito em locais protegidos num solo fértil e húmido, desenvolvendo-se em Portugal com alguma facilidade.
 
Indicações Terapêuticas

Anti-séptica, aromática, desodorizante, fungicida, repelente.
 
Condições para se desenvolver

Clima: Quente.
Luminosidade: Sol pleno.
Solo: Arenoso ou de textura argilosa.
Propagação: Divisão de touceiras

Fonte: http://www.facavocemesmo.net/cultivo-de-plantas-citronela/
 
Citronela no combate à dengue
 
De acordo com o Ministério da Saúde, a dengue é um dos principais problemas de saúde pública do mundo. Só no mês de janeiro, os casos da doença dobraram no estado do Rio de Janeiro, pulando de 1.447 para 3.069 pacientes. Transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti infectado, a dengue ocorre especialmente no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos. Segundo a aromaterapeuta Sandra Spiri, uma maneira natural e eficaz de combater a doença é por meio da citronela, que mantém os mosquitos afastados da pele.

A citronela é uma planta que possui mais de 80 componentes, entre eles o aldeído citronelal e o geraniol, responsáveis por seu cheiro característico. "Esses princípios ativos funcionam em conjunto para afastar os mosquitos. Vale lembrar que a citronela tem um odor agradável para os seres humanos, mas é eficaz para manter os insetos à distância, que não suportam o aroma que a substância exala", explica a especialista.
Considerada um dos principais repelentes naturais, a citronela pode ser cultivada nos jardins, usada como óleo para o corpo ou em aromatizadores de ambiente ou difusores elétricos. "Quando plantada nos vasos ou canteiros das casas, a planta cresce cerca de 50 cm, criando uma barreira natural contra os mosquitos", ensina a aromaterapeuta.

Extrato de Citronela

Se você cultiva a planta em casa, separe um recipiente de boca larga e preencha-o com um punhado de folhas (cerca de 150g) de citronela, também conhecidas como lâminas. Depois disso, complete a embalagem com álcool de cereais, feche e deixe a mistura em repouso durante 15 dias. "Esse extrato pode ser usado como spray e aplicado no corpo ou no ambiente. É uma mistura 100% ecológica e não apresenta contraindicação, podendo ser usada inclusive em crianças", informa Sandra.

Óleo Essencial de Citronela

De acordo com a aromaterapeuta Solange Lima, o óleo essencial de citronela pode ser aplicado no corpo. O repelente pode ser feito por meio de óleo vegetal, que pode ser de semente de uva, amêndoa ou gérmen de trigo, ou base cremosa, como loção e gel. Para cada 30 ml de um destes produtos, dilua seis gotas de óleo essencial de citronela. "A mistura deve ser espalhada na pele para manter os pernilongos afastados", ensina.

Casa livre dos pernilongos

Para deixar sua casa livre dos mosquitos, dilua três gotas do óleo essencial de citronela em água, no difusor elétrico ou de cerâmica. "Nesses casos é bom não deixar o aparelho ligado o dia todo, pois o cheiro pode irritar as vias respiratórias", alerta Solange. Ainda é possível fazer um aromatizador de ambientes. Para cada 60 ml de álcool de cereais, coloque de oito a dez gotas de óleo essencial de citronela e borrife em casa.
Segundo Sandra, a ideia é utilizar o extrato ou o óleo essencial de citronela de uma a duas vezes por noite. "A substância deve ser usada de acordo com a quantidade de insetos em um determinado ambiente. O ideal é aplicar os óleos corporais todas as vezes que a pessoa toma banho. Já os sprays matam o mosquito na hora", observa.

No entanto, Sandra Spiri acredita que as velas de citronela são menos eficazes no combate à doença. "Costumamos utilizar matéria-prima quente para preparar uma vela. Como o óleo essencial de citronela é um dos mais leves e voláteis, metade da composição evapora no momento da produção do produto, sobrando pouca substância no pavio ou na vela. Quem ainda quiser fazer uso deste material deve optar por produtos de qualidade", esclarece.

Apesar dos benefícios da citronela, é importante tomar medidas preventivas e combater os focos de acúmulo de água na sua cidade. A fêmea do Aedes aegypti chega a colocar cerca de 180 ovos de cada vez, na superfície da água acumulada em latas, garrafas vazias e pratos de vasos de plantas, por exemplo.

"Os métodos naturais representam um caminho para as pessoas terem mais bem-estar, equilíbrio e harmonia. Apesar de ser fundamental sempre buscar acompanhamento médico, as terapias alternativas, como a aromaterapia, combatem a depressão e dão mais autoestima e força de vontade. Para quem está doente esse apoio é fundamental", lembra Sandra.
 
Fonte: http://www.personare.com.br